Sucesso News

01/07/2022 11:16

Início » Governo lança plano para reduzir dependência de fertilizantes de outros países

Governo lança plano para reduzir dependência de fertilizantes de outros países

   O Brasil é um dos maiores produtores agropecuários do mundo. Na contramão da produção, precisa importar cerca de 85% dos fertilizantes utilizados nas lavouras. Grande parte do potássio, por exemplo, é importado da Rússia e Belarus. Com o conflito entre Ucrânia e Rússia a importação pode ser paralisada. Para tentar reduzir essa dependência, o governo lançou o Plano Nacional de Fertilizantes. A ministra da agricultura, Tereza Cristina, afirmou que o plano não tem como meta a autossuficiência na produção de fertilizantes. “Não estamos buscando a autossuficiência, mas sim, a capacidade de superar desafios e manter nossa maior riqueza, o agronegócio, pujante e competitivo, que faz a segurança alimentar do Brasil e do mundo. ”, disse Tereza Cristina.

  O plano já estava em elaboração antes do conflito na Europa. São 82 metas e 129 ações a serem desenvolvidas até 2050. Quando cumpridas, o Brasil vai reduzir a dependência de importação pela metade de 85% para 50%. Na cerimônia, o presidente Jair Bolsonaro, ressaltou o potencial de mineração em regiões indígenas. O projeto que libera a mineração nas reservas tramita em caráter de urgência, na Câmara dos Deputados. “Na crise, apareceu uma boa oportunidade pra gente. Temos um projeto que fez dois anos e permite nós explorarmos essas terras indígenas. De acordo com o interesse do índio. Se eles concordarem, podemos explorar minério, fazer hidrelétricas. Esse projeto já sinaliza uma votação de forma urgente porque estamos numa crise de fertilizantes”, afirmou Bolsonaro. O texto é criticados por entidades ligadas ao meio ambiente.

   Em relação à crise provocada pela guerra entre Rússia e Ucrânia, o governo federal afirma que a safra deste ano não será impactada por uma possível interrupção das importações. Já para a safrinha, o Ministério da Agricultura negocia a compra de adubos de outros países. Na semana que vem, a Tereza Cristina viaja para o Canadá com o objetivo de negociar a compra de fertilizantes. 

Notícias relacionadas