Sucesso News

04/07/2022 11:33

Início » Imposto de Renda 2022: Prazo para declaração termina em abril

Imposto de Renda 2022: Prazo para declaração termina em abril

O contribuinte tem até o dia 29 de abril para entregar a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2022. É importante ficar atento ao prazo, que é menor em relação ao do ano passado. A Receita Federal estima que devem ser entregues mais de 34 milhões de declarações neste ano, número próximo ao registrado em 2021. Como o prazo curto e um número grande de declarações serão enviadas, quem deixar para última hora pode ter uma série de transtornos.  Umas das principais novidades neste ano será a possibilidade de pagar o imposto ou receber a restituição por meio de Pix.

Todas as pessoas que tiveram rendimentos tributáveis maiores do que R$ 28.559,70 em 2021 precisam fazer o preenchimento e envio da declaração do IR neste ano. Alguns valores, entretanto, são isentos ou simplesmente não são mesmo passíveis de tributação.

Entre os principais rendimentos isentos de pagamento de Imposto de Renda estão bolsas de estudo, indenização por rescisão de contrato de trabalho, caderneta de poupança, herança e dividendos.

Já rendas como 13º salário, rendimentos de aplicações financeiras e participação nos lucros e resultados têm o imposto retido já na fonte pagadora.

Vale lembrar, entretanto, que todos os rendimentos recebidos, até mesmo os isentos e dos dependentes, precisam ser declarados. E para cada tipo de rendimento há uma ficha específica a ser preenchida com as informações da fonte pagadora e do valor.

A omissão de rendimentos é historicamente o motivo que leva o maior número de brasileiros à malha fina.

Ao enviar anualmente a declaração de imposto de renda, o contribuinte está fazendo um acerto de contas com a Receita, uma vez que boa parte da arrecadação é feita antecipadamente. No caso dos trabalhadores com registro em carteira, o tributo é retido diretamente na folha de pagamento.

É somente na declaração de ajuste anual que podem ser abatidos os gastos dedutíveis, como despesas médicas e desconto por dependente, e que pode ser calculado então o valor exato do imposto devido ou a restituir.

Notícias relacionadas