Sucesso News

14/08/2022 13:47

Início » Redução do ICMS diminui preço dos combustíveis nas bombas

Redução do ICMS diminui preço dos combustíveis nas bombas

Com altas constantes nos preços dos combustíveis, ficou mais caro encher o tanque do carro por aqui. Para impedir o reajuste, o governo e o congresso aprovaram a redução do ICMS, o valor máximo que deve ser cobrado por estado e o Distrito Federal é de 18%. Nas ruas, a população aprovou a redução do imposto. “Tem que continuar fazendo isso, né? Para ajudar a população se continuar assim,” comemora Ana, servidora pública. Já o produtor rural, Marcos, explica disse que vai colocar mais combustível agora, “Aí a gente vai poder colocar mais um pouco de gasolina no carro para poder andar mais. A gente não dá conta.”

Desde quinta-feira as tabelas de preços dispostas em todos os postos devem contar com os preços dos combustíveis antes da redução do ICMS, em 22 de junho, e também com o valor atual. O estabelecimento que não realizar a mudança não será punido. De acordo com o Palácio do Planalto e a Agência Aacional do Aetróleo e Gás, ANP, as mudanças são apenas uma orientação para dar mais segurança ao consumidor.

A orientação para a mudança nas tabelas. Foi publicada no Diário Oficial da União na edição de quinta-feira, com novo limite de cobrança de impostos, o Ministério de Minas e Energia estima uma queda de até R$ 1,55 no litro da gasolina e de R$0,31 centavos no litro do etanol. No Distrito Federal e mais 22 estados, a redução já foi percebida pelos motoristas. Governadores de 11 estados e do Distrito Federal entraram com uma ação no Supremo Tribunal Federal para impedir a fixação reduzida na alíquota do ICMS.

Notícias relacionadas