Sucesso News

01/07/2022 07:53

Início » Serratec inscreve para curso gratuito de Tecnologia da Informação

Serratec inscreve para curso gratuito de Tecnologia da Informação

Programa tem parceria com o Senai e o Sinditec

A carência por profissionais no mercado de tecnologia continua crescendo. O setor é um dos que mais contratou na última década em todo o mundo e deverá seguir contratando pelos próximos anos, inclusive no Brasil. Para reduzir esse déficit de profissionais qualificados e fortalecer o setor de TI na região, o Serratec – Parque Tecnológico da Região Serrana, está com vagas abertas para a residência em TIC para o primeiro semestre de 2022.

São 130 vagas para o curso de Desenvolvimento de Software para quem mora em Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo e Areal, ou cidades próximas. E 35 vagas para Infraestrutura de Redes, prioritariamente para mulheres de Petrópolis e municípios vizinhos. O programa, realizado em parceria com o Senai e o Sindicato da Indústria Eletrônica, Informática e Telecomunicações (Sinditec), é gratuito e está com inscrições abertas até o próximo dia 19, pelo site www.serratec.org/residencia. As aulas são online e ao vivo, com alguns encontros presenciais, e vão de março a julho, totalizando 720 horas de conteúdo teórico e prático.

Desde 2019, a Residência em TIC do Serratec já formou mais de 480 profissionais em programação na região e cerca de 70% deles conseguiram se empregar nas empresas parceiras do programa, imediatamente após concluir a capacitação. Ou seja, a cada dez pessoas que finalizaram a qualificação profissional, sete logo conseguiram um emprego no aquecido mercado de TI e praticamente 100% delas continuam ativas e se desenvolvendo na carreira de tecnologia.

O estudo “Demanda de Talentos em TIC e Estratégia ΣTCEM”, publicado em dezembro de 2021 pela Brasscom (Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais) estima que empresas de tecnologia no Brasil demandarão 797 mil talentos de até 2025 e demonstra que o problema foi agravado, se comparado ao estudo produzido pela instituição em 2019: com o número de formandos aquém da demanda, a projeção é de um déficit anual de 106 mil talentos – 530 mil em cinco anos. Para 2022, o programa também inaugura uma nova modalidade de qualificação em TI: Infraestrutura de Redes, que traz o diferencial de ser dedicada preferencialmente às mulheres.

Notícias relacionadas